24 de novembro de 2011

despedida 1

21 de fevereiro de 2010.

Ele foi embora com a promessa de voltar. Foi esquisito ver ele ir pela primeira vez. Eu ainda não sabia bem como eu ia me sentir, mas de certa forma, eu sabia que a minha vida tinha mudado. Naquele momento, eu não tinha plena consciência disso. Era muito mais instinto do que razão. E eu também gostava de dizer para mim mesma que era só um romacezinho antes de eu voltar pro Brasil de vez e recomeçar a minha vida real, fora dos contos de fadas.

Dirigi cerca de uma hora na volta pra casa sem pensar em nada. Um exercício que tento praticar até hoje: NÃO PENSAR (eu sei que tem gente que não pensa naturalmente, mas, bem, esse não é o meu caso).  Foi só abrir a porta, que o meu host (pai das crianças que eu cuidava) tinha uma lista de perguntas. Jared huh? E aí? Como ele é? O que vocês vão fazer com essa distância? Tão namorando? [...] [???]. Era a primeira enxurrada de perguntas, das  milhões que viriam de todos os lados, principalmente, de dentro de mim. 

Por sorte, a minha host (mãe das crianças) estava por perto e disse: Peter, deixa de ser intrometido e para de fazer tanta pergunta! "Leave Fabi alone". Tocou o sino da liberdade na minha cabeça. De qualquer forma, olhei para ele e disse o que eu mais digo desde então: I don't know. Nesse dia, eu ainda tinha um sorriso despreocupado no rosto.

Subi para o meu quarto e fui tirar as coisas de dentro da bolsa. Ele tinha me trazido uma camiseta de manga curta, uma camiseta de manga comprida e um moleton, todos do time de college football da Nebraska. Presentes! :) Eu disse que depois dessa, ele ia ter que me levar para assistir a um jogo; ele respondeu que adoraria. No entanto, naquela noite, sozinha no meu quarto, parecia que esse jogo estava beeem longe de acontecer.

Um comentário:

  1. Caldinhas linda do meu coração! Teu blog é tudo de bom! As histórias são empolgantes e no final de cada uma delas fica um gostinho de quero mais. Espero que quando chegue "realmente" ao final que seja um "felizes para sempre"! Super beijo da amiga mais que orgulhosa dessa grande escritora,
    Bruna!
    Amo tu!

    ResponderExcluir