18 de abril de 2013

100 postagens

Quem diria, um marido, um green card e mais de 30 mil visualizações depois, aqui estou eu escrevendo a minha centésima postagem. Até agora foram 100 pedacinhos desse quebra cabeça, 100 capítulos dessa história sem fim e muito mais de 100 leitores (muito amados), alguns sempre se fazendo presentes e outros que leem escondido, num quarto escuro.

Falando nisso, um dia eu estava numa festa no Brasil e um amigo/conhecido me parou para dizer que o meu blog era um (quote) "orgasmo mental" (muitos risos)! Não sei quantas cervejas ele já tinha tomado, mas sempre quando ele me vê, ele "admite" que acompanha o blog, mas que não curte, nem comenta porque acha que soaria um pouco "gay" da parte dele. 

Bom, antes que vocês interpretem o rapaz mal, ele não é nenhum preconceituoso de plantão, pelo contrário, é um gurizão, boa praça, e eu entendi bem o que ele quis dizer. Além disso, fiquei mega feliz em saber que ele lê minhas histórias de "mulherzinha". Fulano, se tu estás lendo agora, aí dentro do armário (brincadeira), muito obrigada pelo carinho sempre =).

Para comemorar esse cem posts e, também, encher um pouco de linguiça - afinal, já estamos quase chegando "nos dias de hoje" - eu resolvi aceitar o desafio e participar desse meme que a dona do blog Alemanha de Norte a Sul, Ká Miranda, me passou.

Como o número de leitores dessa minha/nossa história esquisita está crescendo a cada dia e tem muita gente que não me conhece pessoalmente, eu achei a brincadeira uma boa oportunidade para falar um pouquinho mais de mim e do blog. Afinal, toda a exposição  existente parece não ser suficiente! Muito obrigada pelo convite Ká, desculpa a infinita demora. Vamos lá!

11 coisas aleatórias sobre mim:

1. Eu adoro polêmicas. Todas elas.
2. Já fui mais politicamente correta.
3. Estou sempre precisando fazer regime.
4. Sou extremamente sociável, mas gosto de ficar sozinha.
5. Escrevo como forma de terapia, mas adoro confetes.
6. Não gosto de ajuda na cozinha, mas não me importo de ajudar.
7. Sou muito curiosa e mimada.
8. Adoro viajar.
9. Penso demais em tudo e tenho medo das coisas que eu penso.
10. Morro de saudade da minha família e amigos todos os dias.
11. Tudo tem que ser do meu jeito. Tá bom, quase tudo.

11 perguntas propostas:

1. Por que resolveu criar o blog?

O blog foi a maneira que eu encontrei de colocar para fora a angústia de não saber que fazer com a minha vida. Era o meu desabafo, a minha válvula de escape e acabou me fazendo entender porque tudo aconteceu do jeito como aconteceu. Contar essa história me fez revive-la, apesar do terrível lugar comum e de eu não ter coragem de reler o blog. Eu senti tudo de novo e o que não fazia sentido racionalmente, explicou-se perfeitamente quando eu parei de pensar e voltei a sentir.

2. Uma coisa que o blog trouxe de bom?
Muita gente querida, pensamento positivos e palavras bonitas de amigos antigos e novos, que vieram de brinde. O blog também me deu uma perspectiva diferente, eu me achei nas minhas próprias palavras. 

3. Uma coisa que o blog trouxe de ruim?
Exposição. Depois que a gente escancara a porta da vida da gente, sempre fica uma fresta, mas acho um preço justo a ser pago.

4. Um bom livro?
As cinco pessoas que você encontra no céu, Mitch Albom.

5. Um passatempo?
Ler.

6.  Algo que tenha orgulho de ter feito?
Faculdade de Jornalismo. Apesar de não estar exercendo a profissão, que por sinal é muito ingrata, o orgulho é quase maior que o ego dos jornalistas e que as amizades formadas.

7. Onde quer estar daqui a 5 anos?
Já respondi essa pergunta uma vez e nada do que previ aconteceu e, ainda assim, foi tudo bom, até melhor. Quero estar aonde a vida quiser me levar.

8. Quem é seu maior exemplo de vida?
A minha mãe, vale?

9. Você já realizou algum sonho?
Alguns. Fazer faculdade, viajar para o exterior, saltar de paraquedas e viver um grande amor. Ainda falta muitos outros e mais os outros que virão.

10. Uma esquisitice:
Eu gosto do cheirinho das orelhas do meu cachorro.

11. Um recado:
Aposte suas fichas.

* Peço desculpas pela pausa na novela mexicana. Estou naqueles momentos intensos, sendo engolida pelos fatos, que logo logo eu conto aqui. Semana que vem tem mais com post de Natal 2012. =)


Um comentário:

  1. Oi Fabi!
    Adorei conhecer um pouco mais sobre você e perceber que nós temos algo em comum ( especialmente ao que se refere aos nossos blogs ) . Feliz da vida em saber que você enxerga seus leitores como amigos e queridos , isso é lindo !
    Bjs

    ResponderExcluir