5 de dezembro de 2013

foi dada a largada

9 de novembro de 2013.

Naquele sábado de manhã começou a nossa maratona. Eu acordei bem antes do despertador tocar, chegou o dia de ir para o Brasil. Ir para o Brasil é a coisa mais linda do mundo para mim, com ou sem casamento. Banho, café da manhã, largar o Chima nos vizinhos fofos, colocar as malas no carro dos amigos que nos levaram para o aeroporto. As malas quase não cabem, o carrinho de bagagens no terminal 3 custa 5 dólares, mas está tudo lindo, muito mais bonito que o normal. 

Nada ia me tirar do meu melhor humor. Nem o fato de que a Expedia mudou o nosso itinerário na última hora e depois de passarmos duas noite no tele atendimento, conseguimos manter o voo original, mas pegamos os piores acentos do avião. Pela primeira vez, iríamos para o Brasil juntos, mas em lugares separados do avião.

Quando compramos as passagens lá em março, cuidadosamente escolhemos os nossos lugares. Depois de fazermos uma escala em Washington DC, embarcamos no voo para São Paulo. Eu e ele com acentos no meio de outras pessoas. Sabe, aquele lugar infeliz no meio de dois estranhos? Onde o ser humano fica espremido por dez horas, sem poder se encostar em nada? Tentamos trocar, mas o avião estava lotado e ninguém queria nossos maravilhosos acentos! Mas, tudo bonito, tudo lindo. O importante era chegar e chegar com as malas.

Acabei sentando entre dois brasileiros que estavam nos Estados Unidos à trabalho. Um deles caiu no sono antes da decolagem e outro dividiu comigo uma das histórias de amor mais legais que eu já ouvi na vida. Eu sei que vocês estão curiosos para saber os detalhes do casamento, mas antes eu preciso dividir com vocês a história do Renan e da Natascha. 

A gente começou  a conversar e eu disse que estava indo casar no Brasil. Ele disse que tinha se casado a três semanas atrás e que ainda nem tinha conseguido curtir a nova esposa. Com a viagem para os EUA logo após o casamento, o jeito foi encher a mala com presentes para ela. Maridos, anotem isso.

Aí ele me contou que eles se conheceram no cemitério, há anos atrás. E de repente, parou de contar e disse: - não vou te contar, vou te mandar um vídeo. Vocês imaginem a minha cara de "como assim, se conheceram no cemitério?" e, pior, "como assim, não vai me contar?".  Ele não sabia que a curiosidade jornalística pode ser letal. Então ele anotou meu e-mail no saquinho do vômito e foi isso: tive que esperar. Do mesmo jeito que vocês estão esperando (e querendo me matar) o texto sobre o casamento que não sai nunca. 

Pois bem, aqui está o vídeo. Muito obrigada Renan e Natascha por me autorizarem a publicá-lo no NQMC. Desejo que vocês sempre lembrem das adversidades, idas e vindas que os uniram e o que final feliz de vocês seja todos os dias.



Semana que vem, eu volto com mais sobre o nosso grande dia. Prometo. Está no forno. Está no forno.


16 comentários:

  1. Achei lindo o vídeo e a ideia maravilhosa!

    Esperando ansiosa pelas próximas crônicas! beeijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. saudades maria, saudades sempre. beijo beijo

      Excluir
  2. E agora, Fabiana? Compra a bicicleta ou um carrinho de bebê?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. hahahaha professor Recuero, acho que vou comprar uma bicicleta primeiro, daqui uns anos vem o carrinho :) beijos, saudades.

      Excluir
  3. Que história incrível!! Adorei!!!!
    Sobre os próximos capítulos, confesso que ainda não parece que tudo foi verdade, o dia 16 de novembro chegou rápido e passou mais rápido ainda. Me deixou em êxtase! Foi mesmo tudo real? Perfeito como foi?
    Louca pelos textos seguintes!!!!
    Amo amo amo amo amo amo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Linda história deles né? Tbm adorei!! Olha, para mim tbm parece que não foi verdade, mas finalmente consegui colocar em palavras - até medíocres - um pouquinho do nosso dia! Que alegria te ter comigo no altar e na minha vida. Já estou roxa de saudade, querendo saber das novidades todas do lado daí.

      amo amo amo amo amo amo

      Excluir
  4. Que história linda!!!! Isso prova que o que é pra ser nosso, realmente, NINGUÉM tira!!!!
    Adoreiii... esperando ansiosa pela tuaaa ;)
    Bjos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ninguém tira Nine. Ninguém. =D finalmente saiu o post do casório! Espero que vcs gostem! beijão

      Excluir
  5. Oi Fabiana,

    Adorei o post. Muito obrigado!!!! Agora espero o teu :)

    Beijos Renan

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Renan! Que bom que vc gostou! Muito obrigada a vcs por me deixarem dividir esse historia linda com os meus leitores! Tudo de melhor ai em Curitiba! Beijao.

      Excluir
  6. Que história lindaaaa

    Bjs

    http://chegouaminhavezdecasar.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  7. Que linda história! Love is in the air... Mal podemos esperar para ler sobre um dos capítulos mais importantes da tua história!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. <3 lindo demais né? Temos que fazer um post especial pra vc e pro conor? Que tal? Saiu o textinho do grande dia! te espero la! beijo grande.

      Excluir
    2. :O Seria uma honra, pra dizer o mínimo!
      E não precisa dizer duas vezes, já tô lá ;)

      Excluir
  8. Primeiramente quero agradecer, obrigada Fabi por compartilhar sua história conosco, conheci seu blog ontem e já li inúmeros post's, é incrível, sabe?
    Identifico-me com esse seu jeito meio "doidinha", consigo me ver em você, rsrs
    A maneira como você escreve, as palavras que escolhe, despertas as mais variadas emoções em mim (não só em mim), me arrancou lágrimas, sorrisos, e muitas, muitas gargalhadas! Saiba que agora estarei sempre aqui acompanhando esta "saga" maravilhosa da sua vida. Não conheço você, mais só pelas tuas palavras já vi que és merecedora de tudo isso, e que este é apenas o começo, virá muito mais.
    Tudo de bom a você, ao Jared, o lindo do Chima e toda sua família!
    Felicidades, amor, paz, união e alegria... É o que eu desejo! :)

    Beijos linda ;*
    - Lily

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Lily, muito obrigada vc pelo comentário fofo. Essa reação dos leitores anônimos é a minha parte preferida de escrever esse blog. Eu fico muito feliz e lisonjeada! Então muito obrigada a vc pelo carinho, incentivo e palavras bonitas. Volta sempre e tudo de bom em dobro pra ti!

      Beijao

      Excluir